sábado, 31 de maio de 2008

Real importância


Não importa o que tiraram de você, o que importa é o que você vai fazer com o que sobrou...

quinta-feira, 22 de maio de 2008

manifestação divina



As manifestações do dom do Espírito Santo, o ministério de
anjos ou o desenvolvimento do poder, majestade ou glória de
Deus raramente foram manifestados publicamente, e isso geralmente
aconteceu para o povo de Deus, como os israelitas, mas
o mais comum era quando os anjos apareciam, ou o próprio
Deus Se revelava para indivíduos em particular, em seus aposentos;
no deserto ou nos campos, e geralmente sem barulho ou
tumulto. Um anjo libertou Pedro da prisão na calada da noite;
apareceu para Paulo sem que fosse visto pelo restante da tripulação;
apareceu para Maria e Isabel sem que outros ficassem
sabendo; falou para João Batista, sem que as pessoas ao redor
soubessem disso.


Quando Eliseu viu as carruagens de Israel e seus cavaleiros, isso
passou despercebido para outros. Quando o Senhor apareceu
para Abraão, foi na porta de sua tenda; quando os anjos visitaram
Ló, ninguém os conheceu a não ser ele, o mesmo provavelmente
ocorrendo com Abraão e sua esposa; quando o Senhor apareceu
para Moisés, foi numa sarça ardente, no tabernáculo ou no alto de
uma montanha; quando Elias foi levado em uma carruagem de
fogo, isso não foi visto pelo mundo; e quando ele estava na fenda
de uma rocha, houve um ruidoso trovão, mas o Senhor não estava
no trovão; houve um terremoto, mas o Senhor não estava no terremoto;
e então houve uma voz mansa e delicada, que era a voz
do Senhor, dizendo: ‘Que fazes aqui, Elias?’ [Ver I Reis 19:11–13.]
O Senhor nem sempre se dará a conhecer por uma voz
retumbante, por uma exibição de Sua glória ou manifestação de
Seu poder; e aqueles que estão ansiosos por ver essas coisas são
os que menos estão preparados para vê-las e, se o Senhor manifestasse
Seu poder, como o fez para os filhos de Israel, essas pessoas
seriam as primeiras a dizer: ‘Não fale mais o Senhor, para
que seu povo não morra’ [ver Êxodo 20:19].”

Impusição de mãos




A humanidade tem a tendência de correr para os extremos,
especialmente nos assuntos religiosos, por isso as pessoas em
geral querem uma exibição milagrosa, ou não acreditarão de
modo algum no dom do Espírito Santo. Se um Élder impuser as
mãos sobre uma pessoa, muitos acham que a pessoa precisa se
erguer imediatamente e falar em línguas e profetizar; essa idéia
decorre da ocasião em que Paulo impôs as mãos sobre certas
pessoas que já tinham sido batizadas anteriormente (conforme
declaravam) no batismo de João; e quando ele fez isso, elas ‘falaram
em línguas e profetizaram’ [ver Atos 19:1–6]. (...)


Cremos que o Espírito Santo é concedido pela imposição de
mãos por alguém que tenha autoridade, e que o dom das línguas
e também o dom da profecia são dons do Espírito e são obtidos
por esse meio; mas dizer que os homens sempre profetizaram e
falaram em línguas quando receberam a imposição de mãos
seria declarar algo inverídico, contrário à prática dos apóstolos e
não condizente com as sagradas escrituras. (...)

Videos da Igreja de Jesus Cristo Dos Santos Dos Últimos Dias

Loading...